Whatsapp 13 99208-1607 | Mail: dpantunes@danielpenteado.com.br



João Oliveira dos Santos | Mestre João Grande | Bahia 1933



João Oliveira dos Santos, um dos maiores mestres da capoeira, vive atualmente em Nova York, onde ensina a sua arte e transformou seu destino, tendo recebido um título de doutor honoris causa, em reconhecimento pela sabedoria e riqueza de seu trabalho.

Waldeloir Rego sobre ele escreveu, em 1969: "é dentre todos os grandes capoeiristas jovens o que mais truques de ataque e de defesa conhece, contribuindo para isso a flexibilidade fora do comum de seu corpo, tornando-o o mais ágil de todos os capoeiras da Bahia.

Quando em pleno jogo é um grande bailarino. Canjiquinha (...) saiu com um tipo de frase muito sua, de que: - 'Foi Deus quem mandou João Grande jogar capoeira'." Foi discípulo de mestre Cobrinha Verde. Integrou também a delegação brasileira no Premier Festival International des Arts Nègres, em Dakar (Senegal).

Mestre João Grande nasceu em 15 de janeiro de 1933 na pequena aldeia de Itagi, no sul do estado da Bahia, entre Ilhéus e Itabuna. Itagi é tão pequena que não aparece nos mapas da região. Como um jovem não havia tempo para a escola ou até mesmo jogar, e ele trabalhou ao lado de sua família no campo. No entanto, enquanto trabalhava ele foi capaz de envolver-se em seu passatempo favorito, o estudo da natureza.

Ele era fascinado pela forma como o vento move as árvores, as ondas no oceano, e particularmente os movimentos dos animais, tais como a greve da serpente eo vôo do pássaro.

Esta foi a grande influência sua prática e filosofia da Capoeira. Rural, perto de Itabuna Na idade de 10 ele viu "corta capim" pela primeira vez. Este é um movimento realizado por agachando-se, estendendo uma perna na frente e balançando-a em círculos, pulando sobre ele com a outra perna.

Fascinado, ele perguntou o que foi chamado e foi dito que era "Dança do Nagos" - uma dança dos descendentes Africano, na cidade de Salvador. Os iorubás da Nigéria Sudoeste teve uma grande influência cultural em Salvador, que foi considerada a Roma Negra do Brasil.

Mas a dança era realmente de origem Africano Central era Capoeira. João não saber o nome correto do movimento até que muitos anos mais tarde, mas mudou sua vida para sempre.

Na idade de dez anos, ele saiu de casa em busca da "Dança dos nagôs". O jovem João fez o seu caminho lentamente ao norte, a pé, trabalhando como ele foi, e sobreviver como um trabalhador migrante nas plantações da Bahia. Ele iria ficar com as famílias de trabalhadores rurais outro, movendo-se de uma fazenda para outra.

Finalmente ele chegou a Salvador, terra natal de Capoeira como a conhecemos, após 10 anos de viagens. Ele viu Capoeira, pela primeira vez em um lugar com o nome poético "Roça do Lobo" (Clearing of the Wolf).

Não foi uma média de rua roda ele viu naquele dia, mas uma reunião de personalidades importantes da Capoeira, como Menino Gordo, João Pequeno, que estava lá com seu professor de Capoeira em primeiro lugar, Mestre Barbosa, bem como o grande mago capoeira Cobrinha Verde (Snake Little Green), um dos jogadores mais habilidosos do que era.

Mestre João Grande tem ensinado milhares de alunos em sua academia e tem sido palco de inúmeras apresentações de Capoeira Angola. Ele viajou a Europa, Brasil, Japão e muitas partes os EUA para ensinar e executar. Em 1995 ele recebeu um doutorado em Letras Humanas de Upsala College, East Orange, NJ.

Em 2001 ele foi premiado com o National Heritage Fellowship da National Endowment for the Arts, que é um dos mais prestigiados prémios dada aos praticantes de artes tradicionais em os EUA. Mestre João Grande também gravou um CD de áudio e vários DVDs com ele e seus alunos, bem como outras figuras ilustres da Capoeira Angola.




Todas as Fontes Internet

Volta a Biografia

Volta ao Topo



Comentários e Sugestões

foxyform
Pesquisar No Site


Video Mestre João Grande

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player