Whatsapp 13 99208-1607 | Mail: dpantunes@danielpenteado.com.br



Manoel Silva | Mestre Boca Rica | Bahia 1936


Nascido em Maragogipe, no lendário recôncavo baiano, Manoel Silva veio pra Salvador aos 15 anos e se filiou na Academia de mestre Pastinha, acompanhando-o até seus últimos dias.


Com vários CDs gravados, depois de percorrer diversos países, ele questiona: "Os grandes mestres, como Bimba, Pastinha, Valdemar, se acabaram na maior lástima. O que se vende da Bahia é a capoeira e o candomblé, mas cadê os poderes públicos que não apóiam, não ajudam? É um descaso com os mestres antigos".


Ganhou este apelido do mestre Pastinha, que se baseou pelo uso de dentes de ouro em toda parte superior da boca, que na década de 60 era questão de status (hoje não utiliza mais a dentição por conselho medico).


Mestre que tem enorme preocupação com a bateria da capoeira e tenta orientar seus alunos e aqueles que tem a humildade de lhe perguntar sobre o assunto. Sendo considerado por todos um mestre "boa gente" daquele que sabe lidar com as pessoas, assim podendo expor seu conhecimento sem confrontar aqueles que divergem da sua opinião.


Mestre cantador, fazendo todos que o ouvem cantar emocionar-se, tendo por testemunho de diversas pessoas chegarem a chorar com suas Ladainhas bem cantadas, tem a capoeira como marca registrada na sua vida, viajando pelo mundo todo para falar e jogar capoeira.


Sendo hoje um dos diretores da A.B.C.A. (Associação Brasileira de Capoeira Angola), ele procura passar para aqueles que o tem atenção e seus alunos que a capoeira está perdendo sua originalidade, fica triste por aqueles que pensam ser capoeira Regional sem saber até porque foi dado este nome, muito menos os toques, instrumentos que acompanham cada toque. O Mestre Boca Rica também passou um período freqüentando a academia de Bimba assim podendo pegar todos os toques e as regras que Bimba incorporou a capoeira.


Atualmente, quando está em Salvador, procura comandar aulas em sua academia no Largo do Tanque, conseguida após sua transferência da academia no Forte de Santo Antonio onde deu aulas por muitos anos


Para as novas gerações, Mestre Boca Rica relembra: "Mestre Pastinha falava: Eu sei que vou morrer, mas quero ver a capoeira no lugar dela, no teatro, na televisão, no cinema, na escola, na universidade... Aí eu falava comigo: será que esse velho tá ficando maluco? E não deu outra, a capoeira veio crescendo, hoje tá em mais de 200 países pelo mundo afora. Nós já estamos descendo a ladeira e são vocês que têm que levar essa capoeira de angola pra frente, não a deixar morrer, se acabar".


Mestre Boca Rica, que recentemente se afastou da presidência da ABCA, mantém sua academia em Salvador, Bahia no Forte da capoeira.





Cds Lançados do Mestre Boca Rica | Mestre Boca Ricao

cd 1 cd 2 cd 3 cd 4
cd 5

Todas as Fontes Internet

Volta a Biografia

Volta ao Topo



Comentários e Sugestões

foxyform
Pesquisar No Site


Video Mestre Boca Rica

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player