Whatsapp 13 99208-1607 | Mail: dpantunes@danielpenteado.com.br



Vivaldo Rodrigues Conceição | Mestre Boa Gente | Bahia 1945


Vivaldo Rodrigues Conceição, 54 anos, formado de mestre Gato, mestre Boa Gente é muito querido no Vale das Pedrinhas, bairro da periferia de Salvador, onde é um dos líderes da comunidade.

É um dos principais divulgadores da Capoeira Angola, e membro atuante da Associação Brasileira de Capoeira Angola (ABCA), a mais importante instituição representativa da Capoeira Angola no Brasil. Ministra aulas em escolas, na sua Academia - Associação de Capoeira Mestre Boa Gente - e também na rua. Além disso, comanda uma rádio comunitária.

No dia 17/05/1945, Ibicarai, interior da Bahia, recebia mais um membro para compor a sua população: o garoto Vivaldo Rodrigues Conceição, filho de Dona Engrácia Rodrigues Conceição e Venceslau Conceição.

Em 1955, com o advento do casamento da sua irmã mais velha, Dulce Conceição e, como era filho caçula, teve que ir morar em Ilhéus a mando da sua mãe para que fizesse companhia à primeira. Lá, assistindo em 1956, uma Roda de Capoeira durante os festejos de São Sebastião, padroeiro daquela cidade, na qual participavam os mestres João Grande, João Pequeno, Antônio Cabeceiro, dentre outros, despertou em si, dentro de sua alma, a paixão pela capoeira angola, onde tudo começou.

A partir daí começou a engatinhar com o mestre Antônio Cabeceiro, os primeiros passos da capoeira, na Rua dos Carilos, no Alto da Conquista, em Ilhéus, da mesma forma com a qual os negros escravos aprendiam nas "capoeiras", pois naquela época não existiam academias de capoeira em Ilhéus (a capoeira era jogada nas ruas).

Em seguida, por força do destino, foi para Salvador. Encontrando o seu irmão Dominguinhos, passou a treinar na Escola Baiana de Capoeira Angola do Mestre Gato, no Mirante do Calabar, durante vários anos.

Num desses treinos, recebeu a visita do campeão brasileiro de vale-tudo da época, Valdemar Santana, o "Leopardo Negro" que vinha de várias vitórias, inclusive do saudoso Hélio Gracie.

O "Leopardo Negro" vendo o desempenho do então aluno Boa Gente, convidou-o para participar da sua academia de vale-tudo (luta-livre). Como sempre, aluno dedicado e empenhando, chegou a ser campeão baiano em 1974, no Ginásio de Esporte Antônio Balbino, enfrentando Francisco Chagas.

Em 1972, quando assistiu a uma apresentação dos Filhos de Obá na Casa de Pedra, onde Boa Gente fazia Capoeira, lhe foi feito um convite, pelo Prof. Lee para treinar Karatê Coreano. Este professor lecionava sua arte marcial em vários espaços, dentre eles: a academia Senavox, na Rua Carlos Gomes, Clube Fantoches da Euterpe, no Largo Dois de Julho, Associação dos Ex-combatentes, no Taboão. Daí veio a fundação da Associação Baiana de Tae kwon-do, na Ladeira de São Bento, onde ajudou a fundar e treinou por bastante tempo.

Fazia parte dos treinamentos de vale-tudo a visita a outras academias. A Academia do Mestre Bimba, que tinha ido embora para Goiás, e que tinha o famoso "esquenta banho" tendo sido assumida pelo mestre Vermelho 27, era o local ideal para os treinamentos pesados que Boa Gente necessitava.

Após essa visita recebeu o convite do mestre Vermelho 27 para treinar e posteriormente, saindo e fundando a Associação de Capoeira Mestre Boa Gente, em 1981. A partir daí passou a dedicar-se ao seu trabalho social no Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina, Santa Cruz e há cerca de 17 anos lecionando no Colégio São Paulo, um dos mais conceituados estabelecimentos de ensino do Estado da Bahia, ministrando cursos e palestras por todo o Brasil e Workshops nos Estados Unidos (Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco e Las Vegas), Europa (Lisboa-Portugal), sendo um dos pioneiros no ensino de capoeira a crianças e adolescentes da rede particular.

Trabalho este que não foi muito fácil de se implantar mas que vem gerando bons frutos, pois segundo pesquisas cientificas ficou comprovado que a capoeira para a criança é fundamental para manutenção da saúde e da qualidade de vida, pois engloba música, cultura, tirando a timidez mental e corporal e facilitando o crescimento e rapidez de raciocínio, servindo também como uma forma de defesa pessoal.

No bairro do Vale das Pedrinhas e adjacências acontecem aulas diariamente de segunda a sexta-feira e aos sábados a tradicional roda no espaço cultural, às 17:00 h, sob a coordenação do Mestre Boa Gente, da aluna formada Valdenise (Neném), Assistente Eraldo (Capeta), Edson e outros alunos.

Vindo à Salvador, você é nosso convidado.

Iê Camará.

Fonte mestreboagente.blogspot.com.br e Google Web




Todas as Fontes Internet

Volta a Biografia

Volta ao Topo



Comentários e Sugestões

foxyform
Pesquisar No Site


Video Mestre Boa Gente

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player